Criminosos aproveitam ausência de PM nas ruas e arrombam lojas em Natal


Com a greve dos policiais militares e a ausência de segurança nas ruas, criminosos se aproveitaram e realizaram arrastões nas Zonas Leste e Oeste da capital potiguar

José Aldenir/ Agora Imagens
Loja de autopeças foi arrombada e teve prejuízo avaliado em mais de R$ 50 mil
Com a greve dos policiais militares e a ausência de segurança nas ruas, os criminosos estão se aproveitando e realizando assaltos e arrastões pela capital potiguar. Cerca de 36 roubos a veículos foram registrados em menos de 12 horas na região metropolitana.
Na madrugada desta quinta-feira, 21, lojas localizadas nas Zonas Oeste e Leste da cidade foram alvo dos bandidos. Segundo informações de testemunhas, criminosos utilizaram veículos para arrombar portas dos estabelecimentos. Cerca de cinco lojas foram saqueadas entre os bairros do Alecrim e Quintas, dentre elas um supermercado e uma loja de eletrodomésticos, que teve diversos produtos levados.
Em uma loja de autopeças, segundo o proprietário, o prejuízo foi superior a R$ 50 mil. Diversas baterias foram levadas durante a ação criminosa. Segundo o dono do estabelecimento, é preciso que a população fique alerta caso encontre o material por valor reduzido, uma vez que, apenas uma bateria custa cerca de R$ 390,00.
Muito emocionado, o homem afirmou que é um absurdo a situação de insegurança que o cidadão natalense vive hoje e cobrou uma atitude das autoridades e do governo.

Proprietário de loja de autopeças está abalado e reclama de insegurança
Foto: José Aldenir/ Agora Imagens
A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) por meio da Guarda Municipal do Natal (GMN) está concentrando o efetivo de guardas municipais e viaturas operacionais no patrulhamento ostensivo das áreas comerciais dos bairros do Alecrim e de Cidade Alta, para garantir funcionamento do comércio, levando segurança aos lojistas e a população que frequenta essas localidades.

Guarda Municipal garante segurança da população e lojistas
Foto: José Aldenir/ Agora Imagens fonte: Agora RN