No Twitter, Cunha rebate provocação de Dilma: 'antes tarde do que nunca' Presidente afastado da Câmara comentou instauração do impeachment. No dia em que STF o suspendeu, Dilma havia dito 'antes tarde do que nunca'.

Do G1, em Brasília
Tuíte de Eduardo Cunha sobre afastamento de Dilma (Foto: Reprodução/Twitter)Tuíte de Eduardo Cunha sobre afastamento de Dilma (Foto: Reprodução/Twitter)
O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ironizou nesta quinta-feira (12), por meio de sua conta pessoal no Twitter, o afastamento de Dilma Rousseff da Presidência por até 180 dias.
Alvo de uma provocação da petista na semana passada, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o mandato dele e o afastou da presidência da Câmara, o peemedebista reproduziu na rede social a mesma frase usada por Dilma: "Antes tarde do que nunca".
A presidente da República fez a declaração na última quinta (5), durante um discurso na cerimônia de início da operação comercial da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.
"Soube que o Supremo Tribunal Federal tinha afastado o senhor Eduardo Cunha alegando que ele estava usando seu cargo para fazer pressões, chantagem etc. A única coisa que eu lamento, mas eu falo antes tarde do que nunca, é que infelizmente ele conseguiu [...] presidindo na cara de pau o lamentável processo [de impeachment] na Câmara", disse Dilma na ocasião.
Na manhã desta quinta, o plenário do Senado aprovou, por 55 votos a favor e 22 contra, a abertura de processo de impeachment de Dilma. Com o afastamento provisório da presidente, o vice Michel Temer (PMDB) assume como presidente em exercício.